capa_socios

Por que ter um sócio? – vantagens e desvantagens

Ao abrir uma ME ou EPP, é necessário fazer algumas escolhas. É importante avaliar quais são suas habilidades para definir qual tipo de negócio irá abrir, definir se irá precisar de funcionários, se pode terceirizar os serviços etc. Mas, ao iniciar o processo de abertura da empresa, uma dúvida sempre surge: Vou abrir minha empresa sozinho ou terei um sócio? Saiba quais são as vantagens e desvantagens de ter um sócio:

Parceria

Abrir um negócio é um grande desafio. Ter um sócio pode ser importante para superar os desafios do mercado e fazer sua empresa crescer.

Pluralidade de ideias

Ao fazer uma sociedade, unem-se as forças e qualidades de cada um. Algumas pessoas têm habilidade com vendas, outras na administração do negócio. Enquanto um se dá bem com números e contas, o outro pode cuidar da comunicação e relacionamento com o cliente, deixando o seu negócio mais completo e próspero.

Divisão de investimentos

Para começar seu negócio, é necessário estabelecer um capital social. Esse valor, seja em dinheiro ou bens, é aplicado na empresa. Caso opte por ser um empresário individual, existem apenas duas opções: Abrir uma Empresa Individual de Responsabilidade Limitada (EIRELI) ou ser um Empresário Individual (EI).

– Para abrir uma EIRELI, o investimento inicial deve ser de, no mínimo, 100 salários mínimos, o que representa, hoje, R$ 88.000,00.

– Para ser um EI, não é necessário capital social, porém o empresário atua sem separação dos bens pessoais e da empresa. Assim, em caso de dívidas e falência, por exemplo, o empresário pode perder bens pessoais.

Por vezes, nenhuma das opções acima são viáveis para o empreendedor. Caso você não tenha em mãos o dinheiro necessário para iniciar seu negócio, um sócio pode ter o restante do valor necessário para investir na empresa. Unindo-se a ele, é possível abrir uma Empresa de Responsabilidade Limitada.

– A empresa Ltda (limitada) é um tipo de sociedade que define a participação que cada sócio tem na empresa de acordo com sua contribuição. Todo investimento conta, seja em dinheiro, imóveis ou quaisquer outros bens, e devem ser especificados no contrato de abertura da empresa. Este modelo permite que o patrimônio dos sócios seja preservado. Assim, se a empresa adquirir dívidas e vier a falir, os empreendedores são responsáveis apenas pelo valor correspondente ao capital social da empresa.

Desvantagens

Ao optar por ter um sócio, é importante ter certeza de que existe uma boa relação entre ambos. Também vale pensar o quão próximos vocês são: Ter uma relação muito próxima pode atrapalhar os negócios. Outro ponto a ser considerado é a divisão de lucros: Cada sócio tem um percentual sobre a empresa, o mesmo que define o lucro de cada um.

O próximo passo para abrir sua empresa é definir alguns pontos. Como já discutimos em posts anteriores, o porte da empresa é estabelecido de acordo com o faturamento anual de seu negócio e o regime tributário define como serão calculados os impostos a serem pagos pelas vendas ou serviços prestados. O formato jurídico está diretamente relacionado ao investimento inicial feito na empresa (em dinheiro ou outros bens) e à quantidade de sócios que ela terá.

Ainda está em dúvida? São muitas escolhas a serem tomadas de uma só vez, não é mesmo? Entre em contato com a gente! Nós te ajudamos a definir todas as informações necessárias e abrimos sua empresa para você.

bota%cc%83o_abrir_empresa