Já sou cadastrado Cadastre-se. É grátis!

Home > Blog > Empréstimo: Como funciona e quais são as opções?

Empréstimo: Como funciona e quais são as opções?

Está precisando de capital para continuar progredindo com a sua empresa? Um microcrédito ou um capital de giro podem ser a solução. Você conhece a diferença entre eles?

Quer investir em seus negócios mas a grana está curta? Muitas vezes, uma injeção de capital pode ser essencial para o crescimento e amadurecimento de uma empresa. Existem diversos tipos de empréstimo, mas dois deles são muito comuns, feitos pelos bancos às pequenas empresas:

Microcrédito

O Microcrédito é uma ótima opção para os microempreendedores formais (MEIs) ou informais. Em geral, os valores concedidos variam de R$300,00 a R$20.000,00, de acordo com a financiadora, e o prazo pagamento é de, no máximo, 24 meses. O que mais preocupa são os juros, certo? Inicialmente, é cobrada uma taxa de abertura de crédito que, normalmente, não excede 3% do valor concedido. As taxas de juros variam de 2% a 4% ao mês.

Os microcréditos são concedidos por bancos públicos e privados.

Empréstimo – Capital de giro

Este tipo de empréstimo é feito com o objetivo de investir em um empreendimento, seja na aquisição de máquinas, imóveis, veículos, estoque etc. Dentro do empréstimo existem diversas subcategorias, que se diferenciam por taxas, prazos e formas de pagamento.

O valor máximo concedido varia de acordo com cada banco, mas, normalmente, são maiores do que os concedidos pelo microcrédito. O banco avalia cada caso individualmente, definindo um valor e um prazo para pagamento.

Os empréstimos para capital de giro também são concedidos por bancos públicos e privados, porem tem taxas mais elevadas.

 

Antes de fechar negócio, é importante pesquisar todas as taxas, que variam de banco para banco, em busca da melhor oportunidade e forma de pagamento. Avalie o valor, a taxa de juros e em quanto tempo a pendência deverá ser quitada. Calcule qual o valor a ser pago por mês e observe se ele se encaixa em seu orçamento.

Débora Ferrari da Silva

Oct/11/2016

Empréstimos , Custo total , Inscrição estadual , Lucro líquido , NF-e , Piso salarial

Compartilhe

Facebook Twitter Linkedin Google+

Não deixe de ler também

Como podemos ajudar você hoje? Quero um serviço de contabilidade Quero abrir minha empresa