Home / Atividades MEI / MEI instrutor de informática: entenda se isso é possível

MEI instrutor de informática: entenda se isso é possível

Você gostaria de se tornar um MEI instrutor de informática?

Sabemos que, para auxiliar nas atividades de um instrutor de informática é sempre bom contar com um funcionário para organizar o fluxo de trabalho.

Por meio do Microempreendedor Individual, profissionais que se dedicam ao ensino de informática poderão realizar a contratação de um funcionário, bem como ter direito a benefícios previdenciários como a aposentadoria por idade ou invalidez, salário maternidade e auxílio-doença ou reclusão.

Como cadastrar o MEI instrutor de informática?

Uma das principais dúvidas sobre o registro do MEI diz respeito à categoria profissional. Ela é chamada de CNAE - Categoria Nacional de Atividades Econômicas, e define as funções que podem ser exercidas pelo profissional MEI.

O CNAE para instrutor de informática MEI é o 8599-6/03 - Treinamento em informática.

Quais são as atividades permitidas ao MEI instrutor de informática?

Um instrutor de informática MEI pode realizar atividades relacionadas ao treinamento em informática, tal como ministrar cursos.

Abaixo, você confere a tabela completa de acordo com o CNAE Treinamento em Informática:

Hierarquia de atividades
Seção P Educação
Divisão 85 Educação
Grupo 859 Outras atividades de ensino
Classe 8599-6 Atividades de Ensino não especificados anteriormente
CNAE 8599-6/03 Treinamento em Informática
Código Descrição
8599-6/03 Aulas de Informática
8599-6/03 Ensino de Computador
8599-6/03 Ensino de Informática
8599-6/03 Ensino de Microcomputador
8599-6/03 Ensino de Tecnologias da Informação e Acesso à Internet

Atenção! Essa categoria profissional não compreende a atividade de ensino de informática de nível superior (grupo 85.3)!

Ser MEI instrutor de informática vale a pena?

Caso você tenha se perguntado se ser MEI vale a pena, vai gostar de saber alguns benefícios da modalidade:

1. Contribuição mensal simplificada

A arrecadação de impostos é feita por meio do DAS - Documento de Arrecadação do Simples Nacional, e o pagamento dos tributos é feito de uma só vez.

2. Declaração de renda simplificada

Anualmente, até dia 31 de maio, o MEI envia a DASN-SIMEI - Declaração Anual de Faturamento do Simples Nacional, um relatório com todos os ganhos do ano anterior, como declaração de renda. O processo é todo feito pela internet.

3. Programas de auxílio do Governo

O MEI instrutor de informática terá acesso a alguns benefícios após o cadastro (como auxílio doença, por invalidez, reclusão, morte, aposentadoria e salário maternidade). É importante ficar atento ao prazo mínimo de contribuição para ter acesso a cada benefício.

Leia também: Como solicitar auxílio-doença para MEI?

4. Créditos facilitados

Vários bancos e instituições do governo possuem condições especiais para quem é Microempreendedor Individual.

5. Possibilidade de contratação de funcionário

Quem é MEI também tem a possibilidade de contratar até um funcionário para ajudá-lo no seu empreendimento.

Agora que você já sabe como funciona um MEI instrutor de informática, que tal ler um pouco sobre Marketing para MEI e descobrir como impulsionar seu negócio?

BAIXE GRÁTIS O APLICATIVO | Ou acesse a versão web